Esportes

RIO PRETO - Partida solidária Futebol Pela Vida em prol do Hospital de Base traz estrelas do Futebol para a região 

RIO PRETO - Partida solidária Futebol Pela Vida em prol do Hospital de Base traz estrelas do Futebol para a região 

Os craques se dividiram entre os times “Solidariedade” e “Juntos Somos Mais Fortes” – carinhosamente identificados como time branco e azul, respectivamente, em alusão às cores do HB.

Na tarde do último sábado (25), torcedores de toda a região puderam assistir mais de 30 ídolos do futebol brasileiro voltarem aos gramados durante a partida solidária “Futebol Pela Vida”. O jogo aconteceu no Estádio Municipal José Maria de Campos Maia, em Mirassol e teve como objetivo a arrecadação de fundos e leite para o Hospital de Base de Rio Preto.

Os craques se dividiram entre os times “Solidariedade” e “Juntos Somos Mais Fortes” – carinhosamente identificados como time branco e azul, respectivamente, em alusão às cores do HB. No time “Solidariedade”, foram escalados os craques Pitarelli, Netinho, Alcides, Glauber, Martinez, Esquerdinha, Camanducaia, Boiadeiro, Marcel, Branquinho, Marcelo Passos, Rodrigo Arado, Rincon, Marconi, Ademir e Mazinho. Já no time “Juntos Somos Mais Fortes”, foram escalados os craques Paulo César, Edinan, Lugano, Claudecir, Sidney, Negão, Silas, Tiago Cavalcanti, Xuxa, Tiago Ribeiro, Assolan, Vagninho, Teo, Wesley, Solimar, Danilo Campeti e Theo Cantor.

Os times azul e branco encerram o jogo empatados, com o placar de 4x4 em um jogo repleto de emoção para os jogadores e torcedores. No começo do primeiro tempo, o jogador Xuxa abriu o placar, seguido dos craques Neto, Cambalhota e Wesley. Já no segundo tempo, os ídolos Branquinho, Teo, Paulo Roberto e, novamente, Xuxa, foram os responsáveis por balançar as redes no estádio do Mirassol.

Para o diretor executivo da Funfarme, Dr. Jorge Fares, o Futebol pela Vida foi um evento emocionante de união entre a solidariedade e a paixão pelo esporte.

“O Futebol Pela Vida transcende as linhas do campo, transformando-se em um catalisador para a solidariedade e empatia. Ao unir jogadores, torcedores e patrocinadores em prol de uma causa maior, o evento reforçou os laços comunitários, promovendo um sentimento de pertencimento e responsabilidade compartilhada”, diz.

A diretora administrativa do HB, Dra. Amália Tieco, destaca a importância de ações conjuntas em prol do bem comum.

“O Futebol Pela Vida não é apenas um jogo; é um veículo de transformação comunitária e de construção de uma comunidade mais saudável, unida e solidária. Parabenizo todos os envolvidos por fazerem parte deste nobre esforço, e espero ansiosamente por futuras edições que continuarão a fortalecer os laços entre o HB e toda a região".

Além do patrocínio das empresas, o HB, referência no atendimento de casos de média e alta complexidade para mais de 1,7 milhão de habitantes dos 102 municípios sob a jurisdição do Departamento Regional de Saúde de Rio Preto (DRS 15), da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, também foi contemplado com parte dos leites doados pelos torcedores na entrada no jogo. Ao todo, o evento conseguiu arrecadar mais de 500 litros da bebida, sendo que parte do alimento também será destinado à Cadimi (Casa da Divina Misericórdia Criança e Adolescente), de Mirassol. 

Dr. Guilherme Camargo, diretor da DRS 15, cita que o jogo foi um momento muito importante em prol da saúde de toda a região.

“Depois de Rio Preto, Mirassol é a cidade com mais pacientes atendidos pelo HB. Então nada mais justo do que a cidade e a região estarem realizando esse momento com o hospital de Base, que é a mais respeitada instituição da nossa região e, consequentemente, do estado de São Paulo”.

O ex-jogador Wellington Clayton Gonçalves dos Santos (Branquinho) foi autor de um dos gols da partida e um dos responsáveis por reunir os jogadores que deram um show de solidariedade nos gramados do Maião.

“Não é fácil organizar um evento desse porte e trazer 30 atletas profissionais. Para isso, contei com ajuda do grande goleiro Pitarelli, que é um grande amigo. Ele me auxiliou nessa logística de convites para os atletas. Estou muito feliz pelo aceite dos atletas, foi um jogo equilibrado e muito gostoso de participar, como muita emoção envolvida”.

O ex-jogador Cássio Luís Rissardo (Xuxa), autor de dois gols da partida, conta sobre a emoção de viajar cerca de 700 km de volta a um campo tão importante para ele e por uma causa tão nobre.

“Sempre quando eu venho pra Mirassol, eu fico emocionado. E vir para a cidade por essa causa tão importante de ajudar o próximo e ainda fazer um gol nesse campo, que é minha casa, não tem preço que pague”, diz.

O ex-jogador uruguaio Diego Lugano, que visitou a estrutura do Complexo Funfarme em julho deste ano, destaca a importância de tornar mais visível o trabalho do HB.

“Nós somos apenas jogadores de futebol, não mudamos a vida de ninguém. Já dentro do hospital, existem pessoas que mudam a vida de muita gente. Então é um prazer participar desse jogo. Espero que a cada ano esse evento cresça para que a visibilidade do hospital seja ainda maior”, diz.

O ex-goleiro Adriano Pitarelli, também fala sobre a emoção de entrar em campo para defender a saúde de qualidade do HB. 

“É um evento em que a gente consegue reunir e rever amigos enquanto tem a possibilidade de ajudar uma instituição tão importante quanto o HB. Então a gente se sente muito feliz, porque a gente está ajudando enquanto também se diverte. Agradeço também ao público que compareceu e fez as doações Com certeza vai ajudar muita gente”, diz.

O “Futebol Pela Vida” foi promovido pelo departamento de Alianças Estratégicas do HB e contou com apoio das empresas Audibel, Bebidas Poty, BMS Construtora, Cresol, Dismed, Dr Carlos Bedin, Ecori Energia Solar, Fashion Center, Garetti, GPC Urbanismo, Mar & Rio Pescados, Physicus, Rede Posto Monte Carlo, Rede Sol, Rissi Contabilidade e SteakHouse.

FURQUIM

Outras notícias

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites